Aedes transgênico brasileiro

Posted on July 11, 2012

0



O governo brasileiro está fabricando Aedes Aegyptis transgênicos.
Não acredita? Procure por MoscaMed.

Desde maio do ano passado, ela fabricou e libertou, em 4 pequenas regiões da Bahia,  mais de 10 milhões de Aedes
De acordo com eles, a versão semi-estéril vai acabar com a versão natural e morrer antes da maturidade.
A verdade, é não há como se testar em laboratório como vai ser a simbiose deles, especialmente com a espécie Sapiens sapiens.
Digamos um que destes insetos, que são capazes de voar e precisam de sangue para sobreviver, apenas um, entre centenas ou milhares, consiga se reproduzir com uma fêmea normal.
O que vai acontecer? Ninguém sabe direito. Ainda não há insetos transgênicos em circulação em nenhum outro lugar do mundo.
É este extamente meu ponto: ninguém parou para avaliar este projeto em relação aos “piores riscos”, simplesmente porque não há parâmetro realmente existente.
As bases éticas que biólogos podem apresentar para lidar hipoteticamente com este tipo de questão certamente foram ignoradas.
Além disso, tudo foi feito com “toda a discrição” até agora, sua fase final, em que o ministro da Saúde, Doutor Alexandre Padilha, infectologista por formação, lesto e faceiro, começou a propagar sua satisfação com presença oficial da imprensa – que trata o assunto consensualmente, com otimismo generalizado.

Quando vejo uma notícia dessas, só penso em distopias – não do tipo que os realistas escreveram, mas do tipo que a ficção científica ainda faz, principalmente no cinema.
No mais, levem em conta que esta não é uma ação da equipe de cientistas malucos do governo Éneas; eu poderia até engolir esta história com mais naturalidade, fosse este o caso.

Zeitgeist atual: desconforto

Advertisements